O início

Leandro aos 17 anos montou o Murza, tocando versões de clássicos do rock "n" roll e músicas autorais. Com um show sempre intenso incluindo versões novas de Jimi Hendrix, Beatles, Buddy Guy, entre outros, a banda ganha projeção em casas de shows e eventos em São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Depois de inúmeras apresentações em casas noturnas, a banda começa a tocar em teatros e espaços abertos nas cidades por onde passa.

O Murza ganha cada vez mais espaço no meio independente.

Apresentações na TV e Rádio

Focado no trabalho autoral, com o tempo o Murza toca exclusivamente músicas próprias nos shows, e notando o retorno positivo do público, em 2006 é gravado o primeiro cd com o mesmo nome da banda.

O disco gerou resultado, com a banda tocando em diversas rádios como 89FM e Brasil 2000. No mesmo ano se apresentam ao vivo no programa Rock Gol da MTV.

Super 8

Após anos de estrada, os integrantes do Murza decidem seguir novos projetos e Leandro grava seu primeiro trabalho solo, apostando todas as cartas na junção do rock "n"roll, blues, folk e música clássica.

Chamado Super 8, a produção contou com artistas conhecidos do meio musical e o disco é muito bem recebido nos shows, chegando a 2.000 cópias vendidas e com a música Casa da mãe Joana tocando na programação da rádio 89FM.

A Teoria das Ideias

Enquanto produzia seu próximo cd, Leandro decide gravar ao mesmo tempo um trabalho todo acústico, com violão, violão de 12 cordas, gaita e flauta transversal.

Nasce A Teoria das Ideias, literatura, poesia e filosofia são as estruturas que Leandro utiliza para retratar uma visão diferente da música, indo do blues ao folk de forma natural.

Disco novo e estrada

Previsto para ser lançado em abril de 2015, o novo cd é o trabalho mais diferente de tudo o que Leandro já fez, resultado de 12 anos de carreira e a utilização de orquestra dando uma identidade totalmente nova nas composições.

Entre as gravações, Leandro continua na estrada com uma apresentação voltada para todos os públicos, onde o foco principal é fazer um show que seja inesquecível, todas as músicas são decididas uma hora antes de subirem ao palco e assim, o público sempre verá um show diferente e único.

Leandro busca valor na poesia e nos arranjos musicais, com mensagens que retratam desde o cotidiano comum, literatura e assuntos de fácil identificação pelo público.